Alimentação infantil: como fazer meu filho se alimentar melhor?

É perfeitamente normal os pais se preocuparem com a alimentação infantil, ainda mais nos primeiros anos de vida, onde conseguir uma boa aceitação da dieta pelos filhos pode não ser uma tarefa muito fácil.

A maioria das crianças tem dificuldade para aceitar comidas diferentes, e geralmente comidas saudáveis. Isso gera preocupação nos pais, já que comendo mal, a criança não tem uma nutrição adequada.

Mas não pense que é o final do mundo, pois se você está lendo até aqui, e se identificou como um pai que também tem essa dificuldade, este artigo foi feito para você.

Você que é pai ou mãe, provavelmente passa por dificuldade na alimentação dos filhos, e não sabe o que fazer para obter uma aceitação dos pequenos pela refeição saudável. Listamos alguns caminhos para te ajudar a vencer o famoso “não gosto”, “não quero” das crianças, e conseguir que elas se alimentem da forma correta.

A primeira dica é sempre inovar na alimentação infantil.

Crianças gostam de alimentos coloridos, e situações divertidas.

Já parou pra pensar que uma cenoura pode se tornar uma história sobre um coelho que apareceu em casa e trouxe essa cenoura para ele, ou um brócolis que é uma pequena árvore das formigas.

Seja criativo, conte histórias sobre os alimentos, e os apresente de forma divertida, juntamente com algum outro alimento que a criança goste. Dessa forma, provar um alimento diferente pode se tornar uma tarefa mais fácil.

Outra dica valiosa é sobre a imaginação das crianças.

Crianças gostam de brincar, e gostam de tudo o que não pode!

Então, como tenho certeza que você não gosta que seu filho brinque na cozinha, esse é o momento de criar uma exceção. Experimente preparar o alimento junto com seu filho, dando oportunidade para ele conhecer o alimento e cozinhar com você. Garanto que ele irá querer experimentar o que cozinhou.

A apresentação do prato também é importante para uma boa alimentação infantil

Faça bonequinhos com os legumes, deixe o prato da criança colorido, e elogie a comida. Isso atrai a atenção do pequeno. E mantenha sempre uma rotina de alimentação para a criança, com horários controlados e quantidade correta.

Evite oferecer alimentos fora de hora para a criança beliscar, pois isso pode comprometer o apetite dela, interferindo na hora de se alimentar com os alimentos corretos.

Faça com que a criança gaste energia, seja na escola, no parque, andando de bicicleta ou correndo em casa. A criança que se movimenta, gasta mais energia, e assim sente mais fome, tendo uma maior facilidade para aceitar comidas diferentes e saudáveis oferecidas.

Procure se alimentar sempre junto com seus filhos.

Crie o hábito desde pequenos de se sentarem à mesa junto com os pais, e partilharem momentos do dia a dia durante a refeição. Uma boa conversa em família, torna o momento mais agradável, e a aceitação da dieta também pode ficar mais fácil. Deixe as crianças ajudarem com a arrumação da mesa e retirada dos pratos após as refeições. Isso também faz com que eles se sintam importantes.

E por último, comida não deve ser prêmio de nada. Portanto, não ofereça sobremesas em troca da criança comer toda a comida ou experimentar outro alimento. Até porque se você oferece um doce a uma criança em troca de ela comer uma cenoura, por exemplo, a criança irá entender que a cenoura é tão ruim que merece até um prêmio por comer ela. Então, procure outras formas de incentivar a criança a comer, menos com chantagens, trocas e prêmios.

Gostou dessas dicas? Coloque-as em prática e venha contar pra gente como foi sua experiência.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.